sábado, 19 de junho de 2010

COMO FAZER O DESFRALDE DO BEBÊ?

1



Como já contei aqui, Yumi tem ido muito bem no desfralde. Xixi, já sabe fazer sozinha – mas muitas vezes acompanhamos, claro, pra limpar direitinho, pra lavar a mão direitinho, etc.

Já o aprendizado de fazer o cocô no banheiro é que está mais lento (e isso era mesmo esperado). Ela sabe quando é que está com vontade de fazer, mas não pede. Só avisa depois que já fez.

Outro dia, ela estava totalmente sem roupa em casa – tem feito calor e ela agora deu de ficar tirando a roupa o tempo todo – e aí veio a vontade de fazer cocô. Ela veio correndo até mim e pediu para ir ao banheiro. E não é que a danadinha fez direitinho no vaso? Ah, então é isso! É só deixá-la sem roupa que ela pede pra ir ao banheiro pra fazer o número dois!!!!

Depois deste dia, passei a usar a tática: ela chega da escolinha (a Yumi não faz cocô fora de casa, a não ser que não consiga segurar mesmo!) e eu tiro a parte de baixo da roupa dela. Em poucos minutos ela vem e pede pra fazer cocô.

Depois de uns dias que já tínhamos feito este treino, resolvi deixá-la com roupa mesmo pra ver o que acontecia. Funcionou algumas vezes: ela, mesmo com roupa, pediu para ir ao banheiro. Teve vezes, inclusive, em que foi ao banheiro sozinha e só me chamou quando tinha terminado (ainda bem, pois precisava limpar direitinho!). Mas, nos dias subsequentes, novamente ela começou a fazer cocô na roupa.

Resultado: voltei para a tática de deixá-la sem roupa, pelo menos assim acho que ela vai aprendendo a avisar quando vai fazer cocô, em vez de fazer na roupa.

É muito engraçado, porque quando ela faz o cocô, ela mesma começa a dizer “cuidado, cuidado” ou “fez? fez? fez cocô” – que são as coisas que eu costumo dizer pra ela nestas horas. (A gente diz “cuidado” pra que ela andar com cuidado até o banheiro pra limpar, se não, pode cair cocô da roupa e sujar o chão, além de sujá-la também).

De qualquer forma, estamos levando tudo sem stress, sem neuras. Se ela faz na roupa, eu explico que precisa chamar e fazer no banheiro. Além disso, tenho deixado ela sem roupa, pra estimulá-la a pedir para ir ao banheiro, apenas porque notei que isso não gera nenhuma apreensão ou medo nela.

Ela faz direitinho o cocô no banheiro quando está sem roupa, sem medo, sem chorar, sem ficar “travada” por causa disso. Se fosse necessário, eu colocaria uma fralda pra ela fazer o coô até que ela aprendesse a controlá-lo. Mas não creio que isso seja necessário – pelo contrário, acho que só vai atrapalhar e fazê-la confundir as coisas.

Devagar, ela vai se adaptando e a gente chega lá. O DESFRALDE DE YUM

segunda-feira, 14 de junho de 2010

divulgue este blog e ganhe uma foto desenho!!!!!

2

quinta-feira, 10 de junho de 2010

VISTA TODA A FAMILIA ESCOLHAS SEU LOOK!!!!

0

sexta-feira, 4 de junho de 2010

devo deixar ele escolher o que vestir ou....

1



Tomar banho sozinho

Nem todas as crianças encaram o banho da mesma forma: variam entre os verdadeiros 'peixes', que adoram as brincadeiras aquáticas e a quem só falta crescer guelras; os 'gatos escaldados', a quem a água apavora e que gritam desesperados debaixo do chuveiro; e os indiferentes, que encaram o banho como uma mera necessidade. A maioria das crianças sabe lavar-se sozinha a partir dos sete, oito anos. Antes disso convém que sejam vigiadas por um adulto, pois pode dar-se o caso de escorregarem, baterem com a cabeça e perderem os sentidos. Caso a criança, apesar de já ter chegado a essa idade, continue a ter medo da água, os pais devem esperar um pouco mais para que o faça sem ajuda. Frequentar aulas de natação pode ajudar a ultrapassar essa fobia.


quinta-feira, 3 de junho de 2010

nascimento de Sarah musica!!! coisa lindo pai !!!!!Ana paula Valadão!!

0

video