terça-feira, 24 de setembro de 2013

0

Visitas ao médico, alimentação, e possíveis problemas durante a gravidez de gêmeos. Existem uma série de cuidados e precauções que uma mulher grávida, junto ao seu médico, pode tomar para melhorar sua saúde e a dos seus bebês. Está claro que uma mulher grávida de dois ou mais bebês tem uma margem de risco maior de sofrer complicações durante a gravidez. O parto prematuro é uma das preocupações que passam pela cabeça dos pais, assim como a possibilidade de que os bebês nasçam com alguma deficiência ou outro problema. Visitas ao médico da grávida de gêmeos A mulher que espera mais de um bebê, deverá visitar ao seu médico obstetra com mais regularidade. Pelo menos duas vezes ao mês nos primeiros 3 meses, e uma vez por semana durante o terceiro trimestre. E à medida em que se aproxima do momento do parto, os exames e as análises serão mais intensos, principalmente para determinar se existe algum risco de parto prematuro. Em caso de que isso se confirme, é possível que o médico recomende repouso absoluto em casa ou no hospital, e em último caso, pode recomendar tratamento com medicamentos que ajudam a atrasar o trabalho de parto. E ainda que não apresente nenhum sintoma de parto prematuro, normalmente o médico recomenda uma redução das atividades diárias entre a 20ª e a 30ª semana da gravidez da mulher. O especialista também controlará a pressão arterial da mulher grávida para determinar a presença de pré-eclampsia, o ritmo de crescimento dos bebês através de exames de ultrassom, assim como o ritmo cardíaco do feto quando está em movimento. O peso e a alimentação da grávida de gêmeos Outra preocupação em questão, reside no peso que terão os bebês quando nascerem. Alguns estudos consideram que um aumento de peso adequado da mamãe na primeira etapa de sua gravidez, ajudará no desenvolvimento da placenta, aumentando sua capacidade para enviar os nutrientes aos bebês. Para reduzir o risco de dar a luz a bebês com baixo peso, depende muito de como a mamãe come e aumenta de peso, durante a gravidez. O comer bem significa alimentar-se de proteínas, cálcio e carbohidratos. Um bom aumento de peso a princípio é positivo no caso de gestações múltiplas, porque essas gravidezes podem ser mais curtas do que um bebê somente. A quantidade de quilos que normalmente devem ganhar uma mulher grávida que vai ter dois ou mais bebês, não tem nada a ver. Enquanto a que espera somente um bebê, ganha de 11 a 13 quilos, durante toda a gravidez, a que espera gêmeos é aconselhável que ganhe de 15 a 20 quilos, e a que espera trigêmeos, de 22 a 27 quilos. Tudo dependerá, claro, do peso normal de cada mulher. Além disso, o ingerir líquido, principalmente água, quando se está grávida é crucial, especialmente quando a gravidez é múltipla; o risco de contrações prematuras, e de nascimento prematuro, aumentam quando a mulher está desidratada. Alguns médicos recomendam que as mulheres com gravidez múltipla consumam por volta de 300 calorias a mais por dia, do que uma mulher que espera somente um bebê. Isso equivale a aproximadamente a 2700 a 2800 calorias/dia. Além de ingerir vitaminas (sempre recomendadas pelo médico), ferro, ácido fólico, muito aconselháveis nesse tipo de gravidez. Possíveis complicações da gravidez de gêmeos Quanto mais bebês, mais possibilidades terá a gravidez de ter complicações. Alguns estudos concluem que 60% dos gêmeos, mais de 90% dos trigêmeos, praticamente todos os quadrigêmeos nascem prematuros. E afirmam que, em média, a maioria das gravidezes de um só bebê duram 39 semanas; os de gêmeos, 36 semanas; os de trigêmeos, 32 semanas; os quadrigêmeos, 30 semanas; e na ocorrência de 5 bebês, 29 semanas. Os bebês com baixo peso, são mais propensos a apresentar transtornos de saúde depois do seu nascimento, como perda da visão e de audição, deficiências, atraso mental, etc. Os avanços no cuidado desses pequeninos cresceram bastante. As mulheres com gravidezes múltiplas também podem apresentar problemas de pressão arterial alta, relacionada com a gravidez (pré-eclampsia) e de diabetes. Mas, em geral, são problemas que não representam riscos que não representam riscos para a saúde da mãe nem na dos bebês. Isso se houver tratamento adequado em seu devido tempo.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

0

Já abordei esse tema algumas vezes aqui no blog, mas vale a pena reforçar. Então, qual a diferença entre um parto humanizado, um parto tradicional e uma cesárea? Qual a melhor opção? Segundo estudos e a Organização mundial da saúde, o parto natural é a melhor maneira de uma mulher dar a luz a um filho, e é a maneira mais saudável para um bebê nascer. O parto humanizado é o parto que tem como foco o protagonismo da mulher, o respeito ao processo, o respeito as escolhas da família e o respeito ao bebê que está nascendo. O parto pode ser natural ou com intervenções (sempre necessárias) que incluem a analgesia quando solicitada pela parturiente. O parto pode ser realizado em ambiente hospitalar, um uma casa de parto ou em casa, sempre com profissionais capacitados para atender e lidar com emergências. Parto vaginal, normal, tradicional resume que o bebê nasceu por via baixa, vaginalmente. É o parto que muitas mulheres tem como referência quando falamos em parir. É o parto que traumatiza, é o parto que serve de grande exemplo sobre o que é a violência obstétrica. É o procedimento comum no SUS e muitas maternidades particulares. Geralmente com várias intervenções, o sorinho logo na internação com ocitocina (hormônio que aumenta a força e duração das contrações) para acelerar o parto. A parturiente na maioria das vezes é proibida de ingerir alimentos e até mesmo água, recorrendo a beber água da torneira e chuveiros (já presenciei isso). Faz força dirigida sem sentir a vontade de empurrar, sempre em posição de litotomia (deitada) com as pernas em estribos. Recebe ”ajuda” de uma outra pessoa para fazer força, onde empurram sua barriga e seu bebê (manobra de kristeller), e o pique, o corte que ”ajuda” o bebê a nascer (episiotomia). O bebê vai imediatamente para o berço aquecido onde é esfregado com um pano, tem suas vias aéreas aspiradas de rotina, e passa por todos os procedimentos nos seus primeiros minutos de vida. A puérpera é suturada (episiorrafia) e fica com vários pontos internos e externos. A recuperação geralmente é dolorosa e lenta. Cesárea - Não é considerada um parto e sim uma cirurgia. Procedimento cirúrgico criado para salvar a vida da mãe ou do bebê quando um ou ambos estão em risco. Atualmente é realizada de rotina, e é muito mais arriscada do que um parto natural pois aumenta o risco de infecções, prematuridade fetal, hemorragia, trombose, entre outros. Não deveria ser feita sem real indicação, porém o Brasil é o país com a maior porcentagem de cesáreas no mundo. A gestante entra na sala de cirurgia sem o seu acompanhante, é anestesiada, e quando a cirurgia finalmente começa o acompanhante tem a permissão para entrar. Após o nascimento do bebê, ele é levado direto para o berço aquecido, onde será limpo, aspirado e receberá os procedimentos de rotina. Geralmente a amamentação é tardia, assim como o contato com a mãe. Agora com os tipos de partos e procedimentos explicados, qual você acha que é o mais natural? Em qual as mulheres estão mais confortáveis? Em qual os bebês são bem recebidos e respeitados? Qual experiência VOCÊ quer passar? Até quando as mulheres irão aceitar, deitadas, e dominadas, trazer seus filhos ao mundo, sendo mutiladas, e desrespeitadas? Texto final retirado do site: http://www.partonobrasil.com.br/2013/02/multimidia-parto-no-brasil-dois-partos.html?spref=fb

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Parto 3

0

PARTO GEMELAR DOMICILIARIO MAIA y ARAÍ

0

parto em pe

0

INCRÍVEL: Bebê de 7 Kilos Nasce de Parto Normal

0

PartoConsciente

0

quarta-feira, 15 de maio de 2013

fantasias

0

Silvia Faro

0

segunda-feira, 13 de maio de 2013

nonete maria apoia amparo maternal

0

parto não é bicho de este cabeças

0

domingo, 5 de maio de 2013

novidades Silvinha Faro

0

sábado, 20 de abril de 2013

vacinação contra a gripe A

0


Para ser imunizada, a pessoa deve pertencer a um dos grupos prioritários e procurar a unidade de saúde mais próxima de casa, portando documentos pessoais e, se possível, caderneta de imunização para atualização do calendário vacinal.
No caso de pacientes portadores de doenças crônicas é necessária a apresentação de prescrição médica recomendando a vacina. Além de imunizar contra a Influenza A (H1N1), também conhecida por gripe suína, essa vacina também protege contra os vírus influenza A H3N2 e B.
Em Rio Preto, as salas de vacinas das 26 unidades de saúde abrem a partir das 7h. Nas unidades do Parque Industrial, Santo Antônio, Vila Toninho, Jaguaré, Eldorado, Vetorazzo e Solo Sagrado, a vacinação vai até às 20h, nas demais, termina às 17h. A campanha vai até o dia 26 deste mês.
Criança também é imunizada contra o vírus da gripe, em ação da SES. (Foto: Nestor Bezerra)

sábado, 13 de abril de 2013

0

segunda-feira, 8 de abril de 2013

0


nota de nascimento!!!

nasceu a princesinha da Talita filha do nosso melhor amigo ,Milena nasceu esbajando saúde  e muita beleza também os pais são uma graça.que Deus abençoe os pais e a linda Milena  e parabenizar nosso querido irmão Vanderlei e irmã Margarida pelo presente de Deus .seja bem vinda Milena!!!!




terça-feira, 2 de abril de 2013

tudo sobre cuidados as roupas de recen nascidos

0




Ao montar o quarto do seu bebê, dê uma atenção especial ao guarda-roupa.
Ele precisa ser projetado para que você tenha rapidamente tudo à mão.
O armário infantil deve ter espaço para pendurar roupas, gavetas e prateleiras como o dos adultos, só que em proporções menores, adaptado ao tamanho das roupas dos bebês.
Mas um bom projeto para o móvel não basta. É preciso organização para que ele fique funcional.
Antes do bebê nascer, arrume o armário separando as roupas por tamanho e tipo. Por exemplo, deixe as peças RN à vista e guarde as roupinhas maiores, que ele vai usar dentro de alguns meses, nas prateleiras mais altas ou no fundo das gavetas.
Deixe as roupinhas do dia a dia, macacões, camisinhas pagão e casaquinhos nas gavetas e prateleiras de mais fácil acesso. Dessa forma, você não vai precisar se agachar ou se esticar toda para alcançar a roupa no alto no armário enquanto estiver trocando o bebê.
Use caixas sem tampas dentro do armário para guardar fraldas, babadores e paninhos que precisam estar sempre à mão.
As roupas mais delicadas, com rendas, babados, fitinhas e as engomadas, podem ser guardadas no armário dentro de sacos de tule ou outro material furado. Assim, elas ficam protegidas da poeira e ao mesmo tempo arejadas e livres de bolor e manchas.
Conforme o bebê for crescendo, dispense as roupas que não cabem mais. Elas precisam dar lugar para as novas que vão chegar. Nos primeiros meses de vida, a rotatividade de roupas é grande e você precisará fazer arrumações com freqüência para manter o espaço organizado.
Lembre-se que todas as roupas do bebê devem ser guardadas em um local limpo e arejado.

Lavando a roupa do recém-nascid



Cuidar da roupa dos recém-nascidos é trabalhoso, mas não tem como fugir. A primeira sugestão dos pediatras é lavar todas as roupinhas antes do bebê vesti-las, inclusive fraldas, toalhas e lençóis. Nada deve entrar em contato com a pele delicada do bebê antes de ser devidamente higienizado.
Isso porque mesmo as roupas novas podem estar com poeira, ácaros e fungos que afetam a saúde do recém-nascido.
É claro que nada grave irá acontecer se o bebê usar uma roupinha sem lavagem prévia. Mas podem aparecer algumas irritações ou alergias na pele, causando desconforto.
A dica é que as mães, lá pelo sétimo mês de gravidez, comecem a lavar todo o enxoval do bebê que está para chegar. Nessa fase, a gestante ainda tem disposição e já deve ficar com tudo preparado se o bebê chegar antes da hora.
A metodologia de lavagem é simples. Dispense produtos químicos usados em roupas de adultos e até mesmo os produtos infantis, que devem ser utilizados somente a partir do quarto ou quinto mês, quando a pele do bebê fica mais resistente.
Para os recém-nascidos, o mais recomendado é o sabão de coco ou neutro, que tem menos ácido e perfume na composição, portanto não causa alergia. Nada de amaciantes, alvejantes, sabão em pó comum ou removedor de manchas.
Não há nenhuma contra-indicação em usar a máquina de lavar. Porém, para as peças mais delicadas, prefira a lavagem à mão. O mais importante é caprichar no enxágüe para que não fiquem resquícios do produto no tecido.
Como o processo de lavagem do recém-nascido é diferenciado, algumas mães preferem não juntar a roupa do recém-nascido com as do resto da família. Esse cuidado também ajuda a evitar que a sujeira da roupa dos adultos entre em contato com as peças do bebê.
Como as crianças de sujam muito nos primeiros meses e têm que trocar de roupas algumas vezes por dia, provavelmente o volume de roupinhas para lavar será grande.
Paula R. F. Dabus

segunda-feira, 25 de março de 2013

0


Enquanto a primeira filha, Brenda, não chega, a modelo e atriz Sheila Mello renovou o guarda-roupa não só para a reta final da gestação, mas para o momento em que fosse para a maternidade e para o pós-parto. E ela primou pelo conforto, escolhendo roupas larguinhas, que incluem pantalonas e vestidos compridos, peças em crochê, tudo sem perder o estilo que toda futura mamãe merece.
Embora tenha escolhido um vestidão com estampa de oncinha, nessa fase mamãe, Sheila tem optado por um guarda-roupa mais clássico, elegendo a cor branca, que remete à paz, uma de suas preferidas. “Meu estilo é o mais clean possível. Amo calça jeans e camiseta branca. Aliás, jeans foram as primeiras peças que tive de guardar, porque já não cabiam. De qualquer modo, mesmo sendo básica, não dispenso rímel e corretivo”, diz Sheila, que pouco antes do sexto mês de gravidez encerrou o último trabalho na capital paulista, a peça Eu que Amava Ele que Amava Ela. “Comecei a ter dores na coluna e tive de parar. Trabalho desde os 12 anos e sinto que faltava apenas a maternidade para me sentir completa”, disse à imprensa.
Plenitude como mulher
Casada desde junho de 2010 com o comentarista e empresário Fernando Scherer, o Xuxa, pai também de Isabella, de 16 anos, Sheila se derrete ao falar do amado. “@xuxascherer você já é o melhor papai do mundo e o mais babão também! Só quero ver os mimos com a Brenda. Obrigada por me realizar!”, escreveu a modelo na legenda da foto postada no Instagram, rede social de compartilhamento de imagens.

sábado, 23 de março de 2013

anuncie seu reborns aqui 20reais mensais

0







sexta-feira, 22 de março de 2013

quem faz prê natal ,ganha kit pro bebe

0


Mãe Itatibense

Programa entrega kits de higiene para 35 gestantes

da redação | 23-03-2013 08:08:48
O Programa Mãe Itatibense fez na última quarta-feira, dia 20 de março, a terceira entrega de kits de higiene do ano, no Caismi – Centro de Atenção Integral à Mulher de Itatiba, onde participaram cerca de 35 gestantes. As participantes do Programa, que envolve as Secretarias Municipais da Saúde, Ação Social, Trabalho e Renda e o Fundo Social de Solidariedade, receberam uma banheira para bebê e kits com fraldas descartáveis doadas por alunos inscritos nos cursos do Centro de Capacitação Solidária do FSS. Na manhã desta sexta, dia 22 de março, elas visitaram a maternidade da Santa Casa e receberam os enxovais confeccionados por voluntárias da Oficina de Santa Rita, entidade parceira do programa. Desde que foi lançado, em dezembro de 2010, o Programa já atendeu cerca de 810 futuras mamães.
“Nosso objetivo é incentivar as mães a iniciarem os cuidados com seus bebês antes mesmo do nascimento. É um programa que só deve crescer”, disse a Primeira dama e Presidente do FSS, Profª. Cássia Helena Benaglia Fattori.
Antes de receberem os kits, as gestantes assistiram a uma palestra sobre higiene do bebê. Além disso, a presidente da Oficina de Santa Rita, parceira da Prefeitura no programa, Maria Antonia de Palma, explicou um pouco mais sobre o trabalho da entidade e a Diretora do FSS, Vera Helena Brick falou sobre a participação do Fundo Social no Programa.

Para se inscrever no Programa, as gestantes devem procurar qualquer unidade de Saúde, UBSs e PSFs nos bairros ou o Caismi - Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher de Itatiba - Rua Angelo Faccione, 84 - Centro. Todas as gestantes cadastradas no Programa que realizarem corretamente o pré-natal receberão kits de higiene, sendo que o enxoval completo é entregue apenas as gestantes carentes, após avaliação de uma assistente social.

segunda-feira, 18 de março de 2013

giro famosidade

0


03/2013 | Por Famosidades, Famosidades
Giro Famosidades

Grávida de gêmeas, Natália Guimarães revela que contou a novidade ao marido via internet



Grávida de gêmeas, Natália Guimarães revela que contou a novidade ao marido via internet - 1 (© Divulgação)
Próxima
Anterior
DivulgaçãoMOSTRAR MINIATURAS
Anterior1 de 16Próxima
MAIS: Natália Guimarães e Leandro, do KLB, não pretendem se casar antes do nascimento das gêmeas que esperam
Por ANA CAROLINA CASTRO
SÃO PAULO - Grávida de três meses, Natália Guimarães não poderia estar mais feliz. A Miss Brasil 2007 espera duas meninas, frutos do relacionamento de cinco anos com o cantor Leandro, do grupo KLB.
“Minha menstruação estava atrasada desde o Réveillon. Fiquei preocupada, mas logo depois fiz uma viagem a trabalho por várias cidades do Brasil. Eu e a equipe percorremos 7 mil km pela costa brasileira e durante a viagem já vinha notando algumas mudanças no meu corpo. Resolvi fazer um teste de farmácia. Como deu positivo, a equipe da Record me levou até um laboratório para fazer o exame de sangue. Aí veio a confirmação”, contou Natália ao Famosidades.
Distante da família, a modelo não conteve a emoção e deu a notícia ao namorado e aos pais via internet mesmo. Segundo a modelo, toda a família está em êxtase. “A parte esquisita foi ter descoberto longe de todos. Tive que contar para eles, inclusive para o Leandro, via internet. Ele também sentiu aquele friozinho na barriga, mas foi superfofo comigo e fez questão de me passar muita tranquilidade neste momento. A família toda fez uma festa”, disse.
Aos 28 anos, Natália acredita que está na “fase ideal para ser mãe”, mas admite que descobrir que esperava gêmeos foi uma grande surpresa. “Como estava viajando, deixei para fazer a primeira ultrassonografia quando voltei para casa, no meio do mês de fevereiro. E acredita que durante o exame minha mãe foi mais rápida e viu antes do médico que eram dois bebês? [risos] Foi uma surpresa linda, me senti abençoada”, contou Natália, revelando ainda que tem outros casos de gêmeos na família.
Certa de que o namorado será um excelente pai, a modelo não dispensou elogios ao amado. “O Leandro me contou uma vez que ele sempre quis ter uma irmãzinha. Como a família dele é formada por muitos homens, ele tinha até medo de nunca ter uma filha. E, de repente, descobriu que vai ser pai de duas meninas. Foi emocionante! Até o olhar dele mudou, está completamente envolvido com a ideia de ser pai. Tenho certeza de que será um pai maravilhoso!”, derrete-se a bela.
Feliz por não sentir os famosos enjoos que afetam tantas grávidas, a apresentadora tem sofrido apenas com desejos por frutas, especialmente melancia. “E o café, que eu gostava tanto, já não consigo mais tomar”, lamentou.
Os nomes das herdeiras ainda não foram definidos, pois o casal pretende decidir apenas quando as meninas estiverem prestes a nascer: “Vamos fazer uma listinha com os nomes que mais gostamos, mas acho que a decisão será tomada quando olharmos nos rostinhos delas. Acredito que a mãe sente na hora que nome combina melhor com cada uma”.
Preocupada com o peso e disposta a engordar apenas os 16kg recomendados pelo médico, a apresentadora da Record redobrou os cuidados com a alimentação e substituiu os exercícios físicos de impacto por atividades voltadas às gestantes. “Eu vou a uma clínica em São Paulo que tem tudo: obstetra, dermatologista, nutricionista, fisioterapeuta... Marco várias consultas de uma só vez e fico saindo de uma sala e entrando em outra [risos]. A nutricionista disse que a dieta que eu já seguia era muito boa. Precisei apenas inserir um complexo de vitaminas e me cuidar mais, além de não poder ficar mais de 3h sem comer”, revelou Natália, que precisou ainda trocar as aulas de muay thai por hidroginástica.
Natália afirmou também que pretende trabalhar até a reta final da gravidez. Para conciliar as gravações do programa “Hoje em Dia” de Belo Horizonte com a faculdade de jornalismo, ela está reorganizando sua rotina? “Meu médico me aconselhou a aproveitar cada pausa que eu tiver para descansar. A ordem é tirar cochilos sempre que conseguir”.
Os preparativos para a chegada das meninas poderão ser acompanhados pelo público. “O 'Programa da Tarde' já acompanhou a primeira consulta e agora vai acompanhar todos os passos da gravidez e a preparação do enxoval e do chá de bebê. Eu e o Leandro sempre recebemos muito carinho do público. Desde que o anúncio foi feito, recebemos milhares de mensagens de pessoas torcendo pela nossa família. Pensamos: ‘Vamos compartilhar esse momento tão especial’”, contou Natália.

domingo, 17 de março de 2013

0


Alguns bebês podem sentir-se mais imcomodados do que outros quando do nascimento dos primeiros dentes, com alterações do humor, apetite e/ou do sono.
Para aliviar o desconforto do bebê dê algo para ele morder e coçar a gengiva. Entregar-lhe algum alimento duro como maçã ou cenoura ou mesmo a casca do pão são algumas dicas simples que se podem recorrer, mas para este fim existem à venda uns anéis de dentição que são muito úteis, podem ser colocados na geladeira pra que fiquem frios, mas nunca no freezer prar não machucar a gengiva.
Neta fase é normal que o bebê babe mais , por isso seque com frequência o rostinho dele para que a pele não fique irritada. Aplicar um creme protetor pode ser uma boa alternativa.
A utilização do paracetamol ou de algum gel anestésico apropriado para as gengivas pode ser uma solução nos casos mais agúdos, mas sempre após e quando da indicação do médico.

sinais de dentinhos chegando

0


Os sintomas relacionados ao nascimento dos primeiros dentes no bebê podem ser:
  • agitação e irritabilidade
  • salivação abundante
  • gengivas inchadas e doloridas
  • dificuldade em comer
  • febre
  • diarréia
Além de tudo isso é possível que o bebê fique mais chorão e durma mal nesta fase que pode durar alguns meses, embora muitos bebés não tenham qualquer problema com o nascimento dos dentes.
Mais sobre

como aliviar as dores em recem nascidos

0


Passo 1

Pressione levemente com o polegar de forma circular a parte de traz do 4 dedinhos do pé direito, um a um deslizando até a base do dedo. Não fazer no dedão.
Repita o mesmo no passo no pé esquerdo, sempre com o bebê deitado.

Passo 2

Pressione com o polegar, dobrando e empurrando o dedo desde a unha até a articulação do dedo, como se fosse uma minhoca deslizando. Repita  3 vezes em cada um dos pés.

Passo 3

Pressione suavemente entre cada dedo do pé para estimular a região linfática da cabeça e do peito. Esta última parte da massagem vai ajudar a fortalecer o sistema imunitário e libertar toxinas ajudando e prevenir as febres e infecções oportunistas.
O romper dos dentes afeta tanto o sono como o humor do bebê pois o bebê sente dor. Esta massagem de reflexologia  serve para aliviar os sintomas de desconforto e tranquilizar o bebê.

0


Ajudar o bebê a engatinhar

Compartilhar no Facebook
publicidade
O desenvolvimento da força e do equilíbrio estabelece as bases para o gatinhar. Por isso é importante fortalecer os músculos das costas e do pescoço do bebê.
O pai ou a mãe deve deitar-se de costas e colocar o bebê sobre a barriga. A seguir, deve levantá-lo no ar, segurando pelo tronco e aproximando do rosto, ao mesmo tempo em que fala ou canta para ele.
Levantar e abaixar o bebê nesta posição fará com que ele contraia os músculos que o ajudarão a aprender a engantinhar.

Esteja sempre atento se o bebê já está cansado e tenha cuidado para não o estimular demais. A atividade que é sugerida a seguir é divertida e pode ser feita com bebês a partir dos 3 meses de idade.

A dentição do bebê

0


dentição do bebê começa por volta dos 6 a 8 meses de idade, dentes estes que chamamos de dente de leite, nesta época o bebê sente muita dor e coceira nas gengivas, por isso tudo que pega leva a boca. A gengiva do bebê fica inchada, vermelha e o bebê baba muito quando está nascendo a sua dentição. O bebê chora, fica dengoso e muita dàs vezes com diarréia.
dentição do bebê
Bebê com a mão na boca, já com sintomas da primeira dentição.
Geralmente na primeira dentição do bebê ele fica irritado, devido às dores que sente, fica com as gengivas inflamadas, grossas e sensíveis, com muita saliva, o rosto avermelhado, tem febre, fica assado e tem alterações no apetite e no sono. Existem casos que nasce a dentição em bebê com menos de 6 meses de idade, para este caso é chamado de (dente natal), ou podem nascer entre os 2 primeiros meses do bebê, que se chama dente (neonatal), neste caso é bom levar o bebê ao odontopediatra e fazer uma avaliação.
bebê com 4 dentes
Bebê já com quatro dentinhos, dois em cima e dois em baixo.
Para o alivio da dor no bebê:
É bom dar para o bebê alimentos mais duros e mordedores de borracha para fazer massagem na sua gengiva. Geralmente o odonpediatra receita anestésicos como, chilocaína e camomilina C para aliviar a dor do bebê. Muitas pessoas acham que não é necessário cuidar da dentição do bebê, por ele ser muito pequeno, mas elas estão enganadas, pois os primeiros dentes (dentes de leite) abrem o caminho para os dentes permanentes. Se a primeira dentição não for bem cuidada pode comprometer todos os dentes permanentes.

sábado, 16 de março de 2013

que gracinha ,a bebe da Silvinha Faro

0

quarta-feira, 13 de março de 2013

fecundação

0

video

segunda-feira, 11 de março de 2013

cuidados que grávidas precisa

0



Enjoo e inchaço: evite desconfortos da gravidez no calor

Mudanças físicas somadas ao calor forte tornam-se um tormento para as grávidas, que costumam sofrer com queda de pressão, manchas na pele e inchaço das pernas durante o verão. Para reduzir esses terríveis sintomas, medidas simples devem ser incorporadas no dia a dia da mulher.
Na estação mais quente do ano, a temperatura corporal das gestantes aumenta, por causa da alteração de metabolismo e do crescimento da quantidade de progesterona. Com isso, há um impacto direto não só na sensação térmica, mas também no nível de hidratação do organismo.
“A desidratação é um fator importante para os enjoos, por isso é preciso se hidratar bem e comer alimentos leves em pequenas porções, várias vezes ao dia. Ficar de estômago vazio não vai diminuir a ânsia”, explica Érica Mantelli, ginecologista e obstetra, de São Paulo.
Campeão de reclamações entre as futuras mamães, o aumento do volume das pernas ocorre devido à dilatação dos vasos sanguíneos, provocada pelo calor, que dificulta o retorno do sangue que desce para os membros inferiores. Porém, o problema pode ser evitado com soluções simples como deitar e deixar as pernas num ângulo de 45º, manter uma dieta balanceada e reduzir o consumo de sal. 
Exercitar-se com frequência, fazendo leves caminhadas, também ajuda o sangue a circular mais rápido, diminuindo o sintoma. “Ainda assim, se a perna estiver muito inchada, é aconselhável o uso de meias de compressão para amenizar o efeito”, afirma Érica. 
Manchas na pele
Com textura marrom ou esbranquiçada, as manchinhas de gravidez na pele são causadas pela reação do sol com os hormônios em excesso produzidos no período. Para evitá-las, as mulheres devem tomar sol antes das 10h e depois das 16h, sempre com a proteção de um potente filtro solar (no mínimo, 40 FPS) e de um chapéu.

Agência Hélice
Terra