terça-feira, 3 de agosto de 2010

passei pelo processo de gestação eo corpo volta ao estado normal




A gravidez proporciona um sentimento único na vida da mulher. Neste período, a anatomia do corpo muda em função da maternidade. A barriga cresce, os seios aumentam, a pele fica mais sensível, e assim a mulher sente no corpo a plenitude de sua feminilidade. Depois do parto, porém, todos estes sinais se convertem em marcas que podem afetar a auto-estima: seios flácidos, estrias, acúmulo de gordura e flacidez no abdômen, nas costas e quadris.

Não é por acaso que estas transformações interferem no bem estar da nova mãe. Segundo a especialista em cirurgia plástica e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Deusa Pires Rodrigues, até o 9º mês da gestação, a pele do abdômen e das mamas sofre uma distensão correspondente ao aumento de peso entre 30 e 40 quilos. É como se a mulher engordasse abruptamente e perdesse tudo de uma só vez, no momento do parto.


Transformações

“Uma coisa é o corpo sofrer transformações durante 20 ou 30 anos. Outra, é passar por estas mudanças em apenas 9 meses”, afirma a dra. Deusa. O estiramento que a pele sofre é tão intenso que suas fibras de colágeno diminuem, reduzindo a elasticidade e provocando estrias e flacidez. “É importante ressaltar que, ambos os problemas são irreversíveis, mas podem ser corrigidos pela cirurgia com a retirada da pele”, lembra a especialista. Para estrias, a cirurgiã é bem incisiva. “Só há um tratamento com 100% de eficácia: não engravidar. Qualquer estiramento da pele pode causar estrias, que são cicatrizes irreversíveis, embora alguns fatores genéticos também estejam envolvidos nesse processo”.

“Passei óleo de amêndoas na barriga e nos seios durante pelo menos oito meses da minha gravidez mas, apesar de todo esforço diário que eu tinha, minha barriga ficou cheia de estrias. Foi uma mudança radical, fiquei me sentindo feia, cheia de complexo”, relata a professora de educação física Karin Matheus Oriente.

Vale ressaltar que nem todas as mulheres que engravidam apresentam problemas deste tipo. Na verdade, cada organismo possui uma predisposição diferente para desenvolver flacidez e estrias. Existem mulheres que têm o privilégio de engravidar e continuar com o corpo bonito, mas é uma parte ínfima da população.se a mulher se esforcar depois do parto ela fica até mais bonita!!!!

1 comentários:

Confissões de uma mãe de primeira viagem disse...

Ah terriveis estrias!!
tô sofrendo com as minhas...rs
se bem que estão clareando, mas ainda estão gritando aqui: tá tudo dominado...rsrs
pretendo ir ao dermato pra resolver esse probleminhas...
bjos

Postar um comentário